Pular para o conteúdo principal

Postagens

Postagem em destaque

Trecho do livro: Os senhores das Sombras - O legado de Lilith.

Capítulo Um

Enzo

Ouvia vozes distantes e desconhecidas, sua consciência não permitia entender o que acontecia à sua volta. Eram sons agitados e urgentes. Luzes vermelhas sobressaiam por entre a escuridão em que se encontrava. Estava em meio a um pesadelo.
Um choque elétrico, partindo de seu peito, percorreu por todo seu corpo, parecia ter levado um coice de um cavalo grande. Misturado ao murmúrio de pessoas o som estridente de uma sirene. Sentiu o corpo ser elevado. De repente, sumiu dentro de si mesmo. Silêncio!
- Enzo! – Uma voz feminina e delicadachamou-o pelo nome.
Acácia possuía o frescor da juventude. Pele de porcelana branca, olhos violetas, lábios vermelhos e carnudos, os cabelos negros à luz do sol refletiam tons azulados, estavam presos à cabeça bem desenhada por uma bela tiara prateada. Vestia uma túnica de linho fino, de tom perolado, amarrada à altura da cintura por um cinto de algodão cru. Era esguia, mas possuía curvas generosas, suas mãos eram delicadas. Uma sandália de …
Postagens recentes

Depois do Paraíso - Episódio IV

O Faraó, o sacerdote e a armadilha. Episódio escrito por Ricardo Netto.






Algum tempo depois...

Para ela que aprendera com o tempo que para sobreviver precisava ser uma predadora implacável e como ninguém, dominava o jogo da sedução entre os homens, não foi tarefa difícil chegar ao trono do império e sentar-se nele como única e soberana rainha. Havia dominado e domado a alma do Faraó, que se embriagara com sua exuberância demoníaca.
No entanto, viver à sombra de um simples mortal que posava de “deus”, não estava em seus planos. Sua alma ambiciosa almejava mais. Enxergou no sacerdócio ao deus Seth, um caminho útil que a pouparia de suas fugas noturnas para o deserto em busca do sangue humano para manter-se viva. Afinal, ali mesmo no altar daquela divindade eram oferecidas, crianças e jovens virgens à entidade sanguinária.
O perfume que exalava de seus poros, embriagou as narinas do sacerdote, que naquela noite não conseguiu se concentrar cem por cento na liturgia do culto. Durante alguns mo…

Resenhas do Cris (Abril 2017).

Sinópse:

Alice é roadie da Mell's Angels, uma banda de rock iniciante, cuja estrela é sua irmã mais velha. Humilhada constantemente pelos integrantes, sua situação piora quando descobre que eles venderam sua alma em troca de sucesso imediato. Lançada no submundo, enquanto a banda desponta para o estrelato, Alice inicia uma louca jornada através dos perigos, descobertas, desafios, e - por que não? – encantos de um inferno totalmente rock and roll, governado por um Príncipe das Trevas que talvez nem seja tão terrível assim.


Resenha:

Estou completamente sem palavras para expressar o quanto estou apaixonada por esse livro. Os autores conseguiram me prender do começo ao fim de uma forma surpreendente e isso foi extremamente chocante para mim.

Alice Black é uma bela moça de longos cabelos, que trabalhava como ‘’Roadie” na banda da sua irmã, Melissa Black, sendo humilhada constantemente pela sua irmã e pela banda da mesma, Alice começa a ‘’fingir ‘’ que aquilo não a atingia mais.

-Finalmente…

Coluna da Nanda (Abril 2017).

“Quando a tristeza não passa...”

Essa tristeza que me aperta o peito, de tal forma, me causando angústia e um vazio enorme. “Tem momentos em que tamanha tristeza se aproxima de mim, insistindo em me fazer companhia.” Mas tenho tudo o que quero, estou cercado por pessoas alegres, como posso me sentir triste? Por inúmeras vezes me questiono, me culpo pelo simples fato de eu não estar vivendo como “deveria....” Mas existe ao certo uma maneira esperada e correta para se viver? Talvez não, mas isso não me daria o direito de ser ingrato com a minha vida, minhas conquistas, meus amigos. “Por isso me culpo e devo me punir, quando sentir-me triste novamente....” Calma! Apenas respire, feche seus olhos, já experimentou não pensar em nada ou simplesmente não fazer nada? Esse momento é seu, é único, experiencie, sem pré- julgamentos ou rotulações, não há nada de errado em assumir suas emoções, sentir-se triste é normal, a tristeza muitas vezes está aliada ao aprendizado, a novas concepções, é preciso viv…

Projeto literário.

Os 313...


Você é um deles? Se a sua resposta é não! Então você precisa saber sobre esse projeto que vai reunir os 313 escritores de literatura nacional da atualidade, fazer parte desse projeto da Urban Street Books e da Nexus. Vai colocar você escritor dentro do panorama atual da nossa literatura. Um livro que será criado para enaltecer e traçar um panorama contemporâneo do nosso universo literário. Um projeto que terá a credibilidade dos selos do parceiro Aldo Costas Sketch:

Os Autores Brasileiros, dos clássicos até os modernos, raramente são valorizados, imagine os autores contemporâneos – esses precisam ser verdadeiros guerreiros lutando por sua literatura. Por isso, este livro tem como objetivo valorizar o autor contemporâneo – o Autor da nossa época, que escreve influenciado pelo nosso cotidiano, direta ou indiretamente, independente do gênero. O livro tem como proposta fazer um registro dos Autores Contemporâneos. Será um verdadeiro documento de uma época. Um registro histórico Links …

Contos ufilógicos II

Abdução?

Falando com Cathia D. Gaya

Cathia D. Gaya

















Tive o prazer de conhecer pessoalmente a Cathia, no dia em que fui conhecer os bastidores da Rede Brasil, em especial no Programa "A Tarde é Show", da Nani Venâncio. Como telespectador assíduo do programa já era admirador do trabalho dela. Depois de alguns contatos nas redes sociais combinamos essa incrível entrevista para o Blog. Ricardo Netto - Fale sobre você. Cathia D. Gaya – Sou uma pessoa de bem com a vida. Vivo a espiritualidade e tudo o que a envolve de forma positiva e direcionada ao bem e ao próximo. Busco a harmonia nas pequenas ações e vivo em paz e na simplicidade. Direciono o autoconhecimento para ajudar o próximo e melhorar minha vida. Já mudei meus pontos de vistas sempre que acessei novos conhecimentos e formas diferenciadas de analisar uma questão. Gosto de mudar, e as transformações são bem vindas. Acredito na vida, no amore na gratidão. Ricardo Netto - Quando você percebeu que possuía essa conexão com o mundo espiritual? Cathia D. Gaya – Desd…

Depois do Paraíso - Episódio III

A morte de Kabush

Episódio escrito por Ricardo Netto. Depois de se aventurar na cidade de Uaset, a serpente decidiu ficar mais um período no deserto, alimentando sua alma e seu corpo com o sangue das caravanas de beduínos que cruzavam aquelas areias quentes de dia e frias à noite. Deixou o tempo passar vivendo em cavernas e tornou-se uma lenda de um demônio que atacava as caravanas. Ao decidir retornar para a civilização tomou o caminho da capital, a cidade  do Cairo, que nessa época já havia se tornado a província mais próspera do império e por consequência, sua capital. O quarto era simples, mais para passar algumas noites até se estabilizar de vez, estava de bom tamanho. Apesar de possuir ouro, prata e bronze suficientes para comprar aquele pardieiro, não queria naquele momento chamar a atenção para si. Era uma forasteira e ostentar fortuna, seria um erro. Deitou-se na cama velha e cobriu-se com aquelas peles de carneiro para aplacar o frio. Estava cansada da viajem que fizera até ali…